Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mãe-Galinha

M13/94

06.02.14

É oficial. O teu irmão sabe ler e eu já vi este filme uma vez.

(Até hoje a tua irmã diz que a estrutura da escola pública é desadequada para os interesses dela. Disse-o em pequenês aos 5 anos, quando foi "obrigada" a sentar-se numa sala onde, exceto ela, ninguém sabia ler. Disse-o aos 9, com silêncios, quando foi atirada aos bichos numa escola de 2º e 3º ciclo Aos 11 disse-o muito alto, com atitudes estranhas; foi quando toda as amigas da turma já não eram meninas pequenas porque eram quase um ano mais velhas, nessa idade complicada na qual ou dás o"o salto" ou ficas para trás. E diz agora, aos 14, com aquelas palavras ali de cima). 

Também faz cálculos extraordinários mas o mais engraçado é quando faz fichas para ele próprio. Esta, por acaso, fui eu que fiz para ele, ao fim de mais de meia hora de birra porque não tinha trabalhos de casa. Eu já o avisei que, um dia, estas birras serão amargamente engolidas mas a esperteza dele não chega ao ponto de discernir o alcance das minhas palavras. Fez as contas, recortou a folha e chegou-se à minha beira: "Mãe! Há muitas contas que podem dar o mesmo número!". Como se vê, há números que nem sequer desenha bem e isso, vá lá, sempre me descansa um bocado. Sempre pode aprender a desenhá-los no primeiro ano.

Eu sou uma pessoa como as outras e acabo por achar uma certa graça a estas conquistas. Mas este não é o meu momento de baba. 

   

O nome e os conteúdos deste blogue estão protegidos por direitos de autor.
© Rita Quintela
IBSN 7-435-23517-5

5 comentários

Comentar post