Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mãe-Galinha

Hoje acordámos a pensar em ti e cantámos muito alto os parabéns

22.09.06
Lembro-me da primeira que te vi. Estavas a comer um pão enorme, enfarinhado. A tua mãe, que eu ainda não conhecia, veio ter comigo e deu-me dois beijos. Tinhas quatro anos e uma bochechas lindas, coradas.
Cresceste tanto! Agora já estás na primária e tens aqui umas amigas-amigas que não páram de falar em ti. Se o jantar é peixe,
- Ó Maía!! O Golfo num góta dosóios! É tonto!!
Se passamos ali ao pé
- Ó mãe!!! Vamos a casa do R. comer arrufadas!
Se vamos a Lisboa
- Podemos ir àquele parque onde foram os anos da Helena porque se calhar esta lá a tia C. e de certeza que nos traz mais sabonete das bolas de sabão!
Se jogamos à memória
Se os sapatos já não servem
Se se entorna vinho na toalha
Se vamos aos matraquilhos
Se ...
Se ...
Se ...

Meu querido,
um dia vais ler isto e vais perceber como nasce e cresce uma amizade.

Muitos parabéns e um monte de beijos.
Hoje apetecia-me tanto apertar-te.
O nome e os conteúdos deste blogue estão protegidos por direitos de autor.
© Rita Quintela
IBSN 7-435-23517-5