Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mãe-Galinha

A EXTRAORDINÁRIA NATUREZA

Rita, 04.04.04
A mãe, ainda no rescaldo das limpezas e arrumações, arranjou uma bolha no polegar direito pelo facto de ter afiado mais de 50 lápis de côr. A bolha rebentou, a mãe mexeu no dói-dói e saiu um bocadinho de sangue.

E a Maria perguntou:

- De onde é que vem o sangue?

Oops... Tenho que ser simples. Tenho que falar para uma menina de 5 anos....

- Vem do coração! O coração bombeia o sangue para todas as partes do corpo.

Pior a emenda que o soneto:

- E o coração? Veio de onde? - perguntou ela, a meu ver com ar de gozo.

- Ó Maria....O coração está aqui dentro (e apontei para o peito). Não vem de lado nenhum. Está aqui.

- E como é que foi para aí?

Pronto... lá vamos nós.... - pensei eu. Mas eis que surtiu efeito a expilcação mais verdadeira:

- Quando os bebés se começam a formar nas barrigas das mães...

E neste momento aparece a Nê aos gritos:

- Nos cavalos marinhos é nas barrigas dos pais!

- Sim, Nênê. É na barriga dos pais. Mas ía eu a dizer: Quando os bébés se começam a formar na barriga, vão-se formando todas as partes do corpo e já ficam no sítio certo. É a natureza.



É a extraordinária natureza - fiquei eu a pensar.
O nome e os conteúdos deste blogue estão protegidos por direitos de autor.
© Rita Quintela
IBSN 7-435-23517-5