Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mãe-Galinha

A CARMINHO

Rita, 17.06.04
Tem estado rabugenta - disseram-me quando ontem a fui buscar à escola.

Ao fim da tarde, ardia em febre. E chorava, chorava muito, como se tivesse algum tipo de dor. Um supositório permitiu que adormecesse sem febre mas a noite foi para esquecer.

Esta manhã deixei-a com a minha mãe e fui trabalhar, tendo em mente levá-la às urgências de pediatria da parte da tarde (hoje a pediatra não está cá). Lá fomos. Muitos ronquinhos na auscultação, um ouvido suspeito e uma grande birra.

- Este ouvido precisa de ser reavaliado amanhã. Para já, vá controlando a temperatura.

Foi o que fiz. E que temperatura...

Custou-me horrores ter que sair a seguir ao jantar para o ensaio geral da participação dos pais na festa da escolinha. Mas ela estava sem febre e a dormir tranquila. O pior foi quando regressei; a febre tinha subido e muito. Amanhã voltamos ao médico.
O nome e os conteúdos deste blogue estão protegidos por direitos de autor.
© Rita Quintela
IBSN 7-435-23517-5