Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mãe-Galinha

Viva o pingo doce!

Rita, 02.05.12

Quando cheguei ao Pingo Doce havia filas intermináveis e prateleiras vazias. Fiquei frustrada, claro, até porque podia ter ido mais cedo dado que sabia da campanha desde o dia anterior. Adiante, a vida continua e hoje à hora de almoço as prateleiras da loja que visitei estavam repostas e compostas (não precisava mesmo de comprar cereais. A curiosidade de ver a loja depois do caos era mais do que muita)

 

Neste blogue, e neste post, não se farão quaisquer críticas à campanha. Daqui sairão apenas elogios, que é o que se deve fazer a uma ideia genial, que ultrapassou as expectativas de quem a magicou e que pôs o Pingo Doce, literalmente, nas primeiras páginas de todos os jornais. O pouco ou inexistente lucro (no qual não acredito), já foi ganho em publicidade.

Os funcionários trabalharam num feriado. Olha, os maquinistas dos comboios e o padeiro que me deixa pão à porta também. Era 1 de Maio. Maravilha: era feriado, chovia, o povo não foi à praia e encheu as lojas. Eu, se fosse dona dum supermercado, gostava de ter tido esta ideia.

Ah e tal mas o dia do trabalhador.... E os direitos dos trabalhadores não são para respeitar todos os dias? O 1º de Maio  não é um dia, é um conceito que agrega a aquisição de uma série de direitos dos trabalhadores (Começou tudo com umas manifestações e greves nos EUA onde nem sequer é feriado).

Num país em que este dia se comemora maioritariamente com manifestações e reivindicações promovidas por sindicatos que não se entendem entre si, e onde grande parte da população não tem trabalho, eu acho muito bem que quem pode e queira, arregace as mangas e trabalhe.  Ah e tal mas há pessoal dos PD que nem queria ir trabalhar ontem e teve que ir.  A mim também não me apetece ir trabalhar amanhã e vou. Há empregos em que se trabalha aos Domingos e feriados. É a vida.

Venderam abaixo do preço de custo? Fizerem eles muito bem! É dumping? Não sei nem me interessa. Eu, que aproveito cada cêntimo de cada promoção, devo estar prestes a ser multada por colaboração em ações de dumping. Os puristas do dumping não voam na Ryanair? (alguém acredita que uma viagem a Madrid por 2,99€ está acima do preço de custo? Ou não usam cartão continente onde acumulam 75%? ou nunca compraram um compre 2 leve 3? Engana-me que eu gosto!)

 

Dito isto, a mim não me apanham desprevenida outra vez. Saiba eu de outra do género que me planto à porta de véspera para ser a primeira a entrar. E espero que a concorrência ponha os olhos nesta ideia e parta para a luta.

O nome e os conteúdos deste blogue estão protegidos por direitos de autor.
© Rita Quintela
IBSN 7-435-23517-5

22 comentários

Comentar post

Pág. 1/2