Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mãe-Galinha

É nestas alturas que deconfio da minha sanidade

31.01.12

Estou a arquivar documentos de trabalho e, entre muitas notas de reuniões, descubro isto, escrito por mim (reconheço a caligrafia), durante uma dessas reuniões (calculo eu, pelo papel onde está escrito):

 

A foca maroca vivia rodeada de focas. Era casada como um foco e tinha filhinhos foquinhos. Nadava com as outras focas e fofocava que se fartava. 

O nome e os conteúdos deste blogue estão protegidos por direitos de autor.
© Rita Quintela
IBSN 7-435-23517-5

3 comentários

Comentar post