Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mãe-Galinha

♥ X-mas

19.12.11

Não justifico a decisão pela  inconsciência do ato em si. Decido fazer bolachas com os mais novos, antes do jantar, carregada de cansaço e com noites mal dormidas acumuladas. Mas não é só - o garoto está de birra e quer fazer colagens na mesa da cozinha mas também quer amassar as bolachas e recortar panfletos de natal.

Ai o caraças.

Maldisse durante todos os minutos os conceitos de partilha destas tarefas com crianças pequenas. Quem escreve estes disparates devia vir um dia inteiro aqui para casa. E os blogues com criancinhas loiras nas cozinhas imaculadas? A sério, tiram-me do sério.  Tenho farinha espalhada por todo o lado, bocados de massa agarrados às paredes, os bifes por fritar e o puré por fazer.

Se não fosse a Carmo, tinha desistido a meio. Mas lá ajudou o irmão com as colagens enquanto eu me lembrava, em pânico, de que uma das mais velhas pediu uma caixa de panados para o almoço de natal do dia seguinte.

Descongela-tempera-ovo-pão ralado-frigideira. Feito. Os outros bifes e o puré também. Sopa quente.

Mãe, falta a salada! Tomate. Quero tomate!

(Mas para que os habituamos a tanta perfeição?)

 

Jantámos enquanto a massa arrefeceu, deixei-os cortar seis bolachas, meti-os na cama e saí da cozinha à uma da manhã, hora a que registei o momento, para depois descer à cave e etiquetar tudo com boas festas e laçarotes.

 

 Confirma-se. O Natal faz de mim uma pessoa melhor diferente.

O nome e os conteúdos deste blogue estão protegidos por direitos de autor.
© Rita Quintela
IBSN 7-435-23517-5

6 comentários

Comentar post