Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mãe-Galinha

@ Madrid

25.06.11

Ontem quando a Carmo se deitou, enfiei-me na cama com ela e contei-lhe O segredo. Não te levantes, não vás contar às manas! - É segredo, mãe? - Sim, é um segredo. E quantos dias vão lá ficar? Só três, passa num instante. - OK, trazes-me um presente?

Até a reacção dela esteve de acordo, tudo a correr bem.

Acabei de fazer as malas, fechada num arrumo da cave, preparei um pequeno-almoço que por estupidez minha acabámos por não comer (os pacotes de leite tinham mais de 100 ml....), e tentei dormir.

Agora está muito calor e estou em Somosaguas, Posuelo, Madrid. É um calor seco e que não se pega. Ainda não são nove da noite e as Marias mais velhas aterraram na cama das primas depois dum dia muito comprido. Nem sei se as acorde para jantar, levantaram-se arrastaram-se às quatro da manhã para o carro, sem saberem ao que vinham. Metemo-las no carro, e a uma certa altura da viagem, quando já só seguíamos as placas de "aeroporto" ouvíamo-las sussurrar Eurodisney, Caraíbas (?), se calhar vamos esperar alguém.... Nunca tinham andado de avião.

Preparámos tudo em segredo e mantivemo-lo (o que não foi fácil). Os bilhetes foram muito baratos (mesmo) mas a alegria delas quando perceberam que iam de avião visitar os primos, não teve preço.

O nome e os conteúdos deste blogue estão protegidos por direitos de autor.
© Rita Quintela
IBSN 7-435-23517-5

6 comentários

Comentar post