Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mãe-Galinha

O mistério das meias desemparelhadas

Rita, 05.07.10

tem-me consumido algum tempo. A casa não tem buracos, a máquina de lavar roupa tem um tambor hiper-especial com umas rede de micro furos que impedem a passagem de tudo e mais alguma coisa, a roupa é estendida no jardim e não num estendal de janela dum andar alto dum prédio, todos temos dois pés e faço um esforço por colocar nºs pares de meias dentro da máquina.

Mesmo assim, o cesto das meias sem par cresce todas as semanas.

Tenho dado seguimento a algumas, às de lã, por exemplo, que uso parapassar lustro a ceras e afins. Mas há exemplares que se arrastam há anos, na minha esperança que um dia o par me apareça a bater à porta.

Acabaram-se as desculpas. Bem sei que já não há muito tempo mas com a criançada de férias e a tv pejada de estupidezes, há melhor ideia para os serões?

 

O nome e os conteúdos deste blogue estão protegidos por direitos de autor.
© Rita Quintela
IBSN 7-435-23517-5

5 comentários

Comentar post