Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mãe-Galinha

Antes fosse gripe

Rita, 26.09.09

Enquanto esperava na sala de isolamento, tricotei umas carreiras dum gorro mas o cansaço era tanto que acabei a dormitar com a cabeça em cima da mesa. O miúdo adormecera finalmente; pálido, a respirar mal e cheio de febre. Eu fui esperando mas desesperando e ao fim de quase uma hora, peguei no telefone da sala e liguei 1-2-3. Fiz tudo como me mandaram e lá veio a enfermeira a quem me queixei da demora. A médica apareceu em menos de cinco minutos.

Isto foi ontem de manhã no hospital.

Na manhã anterior, tinha sido mandada para o gabinete de apoio à gripe pela Saúde24, a quem liguei às seis da manhã. Um bebé com diarreia e um febrão repentino é um caso suspeito. Isto foi na Quinta-feira de manhã. No tal gabinete, que não era gripe, mas uma virose intestinal e quatro dentes a nascer. Cinco dias em casa, just in case.

Ontem estava muito pior e fui directa ao hospital. Contei a história toda e fomos direitos à sala de isolamento com pulseira amarela. Umas horas valentes, uma médica excepcional e um bebé sem gripe mas com uma pneumonia. Isto foi ontem. Um dia agoniante, uma mãe exausta e morta de preocupação, um bebé mesmo doente. Às quatro da tarde voltámos para casa, onde se prevê que hibernemos por muitos dias. Agora é um dia de cada vez, hoje já menos febre mas muito cansaço, dele e meu. Não durmo há três noites mas hoje já consegui jantar. Tirando a fase pior do dia de ontem, a ele, felizmente, não falta o apetite. Como se não bastasse, à hora do jantar o pai tirou-lhe um piolho dos caracóis.

O nome e os conteúdos deste blogue estão protegidos por direitos de autor.
© Rita Quintela
IBSN 7-435-23517-5

22 comentários

Comentar post

Pág. 1/3