Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mãe-Galinha

Ontem tinha bebido uma mini ao jantar

Rita, 23.08.09

Esqueçam lá as estrelinhas e os ursos. O miúdo tem tanto de giro como de gene asneira e isto tem dado comigo em doida. O facto é que estou há 36 horas sozinha com ele, numa casa que não é propriamente à prova de xicos-espertos e numa praia onde há mil coisas para enfiar dentro da boca, espreguiçadeiras tão boas de trepar e chapéus de sol em troncos de madeira onde há 2 dias o bebé mais lindo do mundo decidiu marrar. Resultado - um nariz cheio de sangue e a testa com mais uma nódoa negra.

Só nestas 36 horas já conseguiu a proeza de se por em pé no carrinho (sim, estava preso) e agorinha mesmo entalou o polegarzinho gordo na porta. Está roxo, o dedo. E eu também estou roxa.

Não fui passar estes dois dias ao baboca porque enfim, o bebé é pequenino e a logística uma chatice, não vai dormir no chão, pois não? E o calor e que graça vai achar a uma tarde inteira a ver zebras e girafas? Tá bem, eu fico, aproveito e descanso (estava a alucinar, quando disse isto). A verdade é talvez tenham sido as 36 horas mais cansativas da minha vida.

Adormeci o miúdo, jantei, falta-me beber café e fumar. Preciso tanto dum cigarro. Depois  vou ali para a janela a ver se não demoram a chegar. Nunca mais digo mal das Marias, coisas mais fofas da mãe e que tomam tão bem conta do mano.

O nome e os conteúdos deste blogue estão protegidos por direitos de autor.
© Rita Quintela
IBSN 7-435-23517-5

6 comentários

Comentar post