Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mãe-Galinha

Hiperventilar

06.12.08

Cheguei a casa com uma pica de 160 pulsações por minuto. Adormeci a custo o miúdo, ainda taquicardíaco, e aspirei, limpei, arrumei, tratei das roupas e ainda meti mãos ao armário dos medicamentos. Horas depois, no rescaldo doutra dose e outra vez com a energia dum tufão, passei a ferro a roupa acumulada de mais de um mês.

Descubro que nem tudo é mau numa bronquiolite. Ontem o miúdo estreou-se na urgência e veio de lá insuflado de ventilan. Taquicardíaco mas com a panela do peito a menos vapor. Eu, insuflada de energia à conta da aceleração. Em casa, a cada nova dose, é mais uma gaveta arrumada ou um gorro tricotado. Tenho os presentes de natal quase prontos e o miúdo com uma tosse de susto. Custa-lhe tanto mamar que hoje bebeu o primeiro biberão. Se calhar desmamo-o e aproveito esta aceleração para ir ver se há vida lá fora.

O nome e os conteúdos deste blogue estão protegidos por direitos de autor.
© Rita Quintela
IBSN 7-435-23517-5

6 comentários

Comentar post