Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mãe-Galinha

Sobremesa

Rita, 09.11.06
Passou por mim a chorar, a cara vermelha, um choro de raiva.
Ía depressa, decidido. Mas não ía a lado nenhum porque por ali não se ía a lado nenhum.
- O que foi, Francisco? Porque é que estás a chorar?
- Foi... foi... Oh! Tu és a mãe da Inês!
- Pois sou! O que é que foi, rapaz? não chores. Estás todo transpirado...
- Foi a Inês!
- A Inês?! O que é que a Inês te fez para tu estares assim a chorar?
- Olha - e limpou as lágrimas com as costas das mãos - ela gozou com os meus ténis porque têm luzes. Disse assim:"os teus pés parecem uns pirilampos ranhosos".
(olhei-lhe para os pés; é lá! os sapatos têm mesmo luzes! A Inês tem razão...)
Perguntei:
- E tu, que lhe disseste?
- Perguntei-lhe se ela queria levar uma pêra! E sabes o que é que ela me respondeu? Sabes? Fez de mim parvo, deu-me nervos... Disse assim "Uma pêra não, que eu gosto mais de maçãs!
O nome e os conteúdos deste blogue estão protegidos por direitos de autor.
© Rita Quintela
IBSN 7-435-23517-5

16 comentários

Comentar post

Pág. 1/2