Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mãe-Galinha

Ama ssada

Rita, 07.05.08

Hoje há-de ser a festa do dia da mãe na esccola da Carmo.

Eu não gosto que se chamem as mães à escola às 4h da tarde para o chá do dia da mãe (ou os pais, no dia do pai, ou os avós, no dia dos avós). Eu, por acaso, posso ir à escola da Carmo às 4h da tarde mas há quem não possa. E os meninos dessas mães que não podem vão ficar com um nó na alma pela ausência da mãe. (outra mãe que pensa assim)

 

Hoje ponderei não levar a Carmo à escola mas vejo-a tão entusiasmada, há tantos dias, com as "surpresas do dia da mãe na escola" que não resisti. Ainda ontem à noite:

- Ai mãe! Tu amanhã vais ficar toda equilibrada com as surpresas (era emocionada)

Se ela hoje não fosse à escola eu também não teria que lá ir e não ia ter que ver os olhos de bambi dos meninos que lá não vão ter a mãe.

 

Lá irei, portanto. E vou reler o coração vermelho assinado a letra de imprensa num "CARMO" perfeito mas redigido em letra de educadora. Cada vejo que releio o coração perco a vontade de rir que tive no primeiro impacto (revi-me tanto aqui):

- A mãe não brinca comigo porque tem que fazer o jantar

- À noite não se pode brincar porque é hora de ler uma história e dormir

ou

- O pai e a mãe não têm força nenhuma e por isso sou eu que fecho a  máquina da louça

 

e por aí fora.

 

Sinto uma ponta de inveja dos outros corações tão, aparentemente, mais felizes que o dela.

Como me sentiria se acima do "CARMO" perfeito estivesse escrito "eu gosto muito da mamã porque ela me faz carne com massa"?

 

A minha menina, a ainda-a-mais-nova é a coisa mais realista e perspicaz do mundo.

Desenhou-me grávida e sabe que as mães não estão sempre felizes e também não estão sempre a brincar com os meninos. E sabe que a mãe (dela) demora que tempos a fazer o jantar porque quase nunca faz carne com massa.  Hoje faço-te empadão, queres?

O nome e os conteúdos deste blogue estão protegidos por direitos de autor.
© Rita Quintela
IBSN 7-435-23517-5

17 comentários

Comentar post

Pág. 1/2