Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mãe-Galinha

EXPRESSO

Rita, 01.04.05
Porque hoje é sexta-feira e amanhã é dia de jornal, e porque na ronda passei pela bomba:

Há uns tempos, havia uma rúbrica na ÚNICA que se chamava Perdidos e Achados. Se bem me lembro, durou pouco. Falava-se de vidas esquecidas, de pessoas acerca das quais se deixou de ouvir falar. Gostava de ler e foi lá que descobri, entre outras coisas, o paradeiro da Ana Faria - os brincando aos clássicos fazem parte da minha vida (e agora, felizmente, da das minhas filhas).

Esse espaço foi substituído (assim parece) pela Bomba Inteligente, da CHQ que também gosto de ler - mais ali, no papel, do que no blogue. (Gostava muito do blogue noutros tempos, agora não me enche as medidas). Mesmo assim, esperava mais.

Também houve nessa revista um folhetim da vida de uma senhora que tem um cancro. Comovi-me com os relatos, acompanhei os sentimentos, até se gerou em mim uma certa empatia com aquela força. Mas nunca percebi o sentido daqueles relatos ali, ainda por cima sem grande poder literário, numa revista como aquela...

O resto do jornal não leio. A revista, se calhar, também vou deixar de ler.
O nome e os conteúdos deste blogue estão protegidos por direitos de autor.
© Rita Quintela
IBSN 7-435-23517-5