Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mãe-Galinha

Predicadora

Rita, 28.06.06
Não gosto de sínteses e hoje tive que resumir um texto e também tive que responder a umas perguntas de gramática. Só há pouco tempo é que percebi quem era o predicativo do sujeito mas, mesmo assim, hoje baralhei-me.
Antes de tudo isto tive os costumes matinais que se adensam quando o pai das crias não está. É o caso. No meio da correria lavei os óculos da Maria e fiquei com um monóculo em cada mão.
Ainda não era meio dia e estava ali no aki a comprar umas ripas de madeira para agrafar a umas nuvens. As nuvens estão enroladas e isso não é suposto. Não me lembro se antes de ser agora fui outrora carpinteira mas a verdade é que hoje me desenrasquei de serrote na mão! Ainda tentei, claro, seduzir o moço do balcão para que cortasse as ripas numa máquina mas não o convenci. O que eu gostava de experimentar uma serra eléctrica!
De regresso, o telefone ficou sem crédito e eu a precisar de justificar o atraso. Ainda está sem crédito e é por isso que há quem não tenha notícias minhas.
O nome e os conteúdos deste blogue estão protegidos por direitos de autor.
© Rita Quintela
IBSN 7-435-23517-5

4 comentários

Comentar post