Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mãe-Galinha

Mudar de vida

Rita, 18.09.07
Claro que já me passaram pela cabeça uma série de hipóteses que me fizessem sair do aperto. Podia vender um rim, hipotecar o quintal, por a Inês a toucar flauta na rua augusta ou traficar droga. Eu cá não tenho grande coisa contra as drogas mais menos naturais, ervinhas secas, chamemos-lhes assim.

Sou viciada na série "weeds" e ontem não fui a única a ver o galo de barcelos na janela da Heylia. O galo plantado na janela. As ervinhas plantadas nos vasos. Olhei para o galo e vi um sinal. À parte da viuvez, que não me atrai, não me importava nada de ser como a Nancy.
O nome e os conteúdos deste blogue estão protegidos por direitos de autor.
© Rita Quintela
IBSN 7-435-23517-5

14 comentários

Comentar post

Pág. 1/2