Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mãe-Galinha

ONDE É QUE ELA APRENDE ESTES DISPARATES?

Rita, 01.10.04
Já me começo a habituar a estes disparos de boca da menina Inês mas o de ontem transporta uma certa dose de crueldade; valha-nos o final.



- Se me obrigares a comer a sopa toda eu prendo-te na prisão!

- Ai que horror... E prendes-me como?

- Ponho-te numa prisão e fecho a porta com uma chave que só eu é que tenho.

- E depois ficas sem a mãe?

- Fico.

- E quem é que te faz a comida?

- É o pai.

- E quem é que te dá miminhos?

- É o pai.

- E não vais ter saudades minhas?

- Não.

- Então come a sopa.

Nesta altura, a Maria, semi-aterrorizada, diz:

- Se a mãe vai, eu também vou!

Como seria de esperar, a Inês não quis ficar atrás:

- Ai vais? Então eu também vou!

- OK, vamos todas, mas agora, poramordedeus comam a sopa. Depressa.
O nome e os conteúdos deste blogue estão protegidos por direitos de autor.
© Rita Quintela
IBSN 7-435-23517-5