Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mãe-Galinha

...

Rita, 13.02.04
Mais uma semana... O tempo passa a correr.



Como se pode ver, tenho aprendido umas coisas acerca da configuração do blog. Vamos ver o que consigo fazer mais. Para já, gostava de inserir uma forma de qualquer pessoa poder fazer comentários. Como ainda não descobri, vou criar uma conta de mail só para esse efeito. Logo que possível, estará disponível aqui na barra lateral.

Esta semana foi, como todas são, pródiga em acontecimentos:



1. Carminho - anda muito bem disposta. Ri-se por tudo e por nada e adora as brincadeiras com as irmãs.

Continua a comer lindamente e está a atravessar uma fase de tão grandes necessidades alimentares que já não dorme tantas horas seguidas de noite. Ou seja, temos biberão às 2h e às 7h.

O banho entrou na fase de molhar tudo e todos. Descobriu que com os pés e as mão pode chapinhar. É preciso dizer mais alguma coisa?



2. Inês - Não fez xixi na fralda numa das noites do fim de semana passado, facto que me obrigou a ir à procura do tal rocky-robô. Descobri que é um brinquedo electrónico que custa cercda de 50 €. Está esgotado. Assim sendo, comprei-lhe uma carteirinha recheada de lápis, borrachas, etc. Levou-a para a escola e desapareceu num ápice. Não faço ideia que sumiço levou.

O fato de carnaval dela está quase pronto.



3. Maria - No dia em que comprei a carteirita para a Inês, comprei à Maria um jogo de cartas que ela me tinha pedido (yug Yog - será assim que se escreve?). Com as cartas, vinham uns bonequitos. Ora esses bonecos desapareceram logo da primeira vez em que foram para a escola. Porquê? "Olha mãe, sabes o J. e o D. e o P.? Sabes? No quintal tiraram aquela tampa do chão, daquela água mal-cheirosa e deitaram os meus bonecos do Yug Yog lá para dentro". Tampa? Da água mal-cheirosa? Os miúdos tiraram uma tampa de esgoto do parque infantil do infantário!!!! Tentei saber quem é que estava com as crianças, fui ver a dita tampa e enfim, mais uma preocupação e um problema para resolver.

Esta tarde vou ver se consigo comprar alguma coisa para o fato da águia-princesa.



4. Mãe - a mãe está boa. Tenho tentado optimizar o tempo que estou com as crianças, o que me obriga a uma certa ginástica. Num destes dias, até conseguimos estar todos a jogar com as ditas cartas no fim do jantar. Eu perdi. E disse: bem, continuem a jogar que eu vou arrumar a cozinha. No dia seguinte, a cena repetiu-se. Ontem, mal acabámos de jantar, diz a Maria: "Vá lá, vamos jogar às cartas. Mas a Mãe não precisa de vir. Ó mãe, tu perdes sempre, podes ficar aí descansadinha a arrumar a cozinha".



5. Pai - O pai também está bom. É um pai babado, claro.
O nome e os conteúdos deste blogue estão protegidos por direitos de autor.
© Rita Quintela
IBSN 7-435-23517-5