Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mãe-Galinha

jingombéles I

Rita, 26.09.07
Não fosse o google e as aulas de inglês que tive na escola, era este mais um problema para me atormentar a felicidade das crias e a minha sanidade.
Coza eu uma pescada para o jantar e há-de haver sempre a guerra santa dos olhos:
- Eu quero!
- Eu quero!
- Eu quero!

O peixe só tem dois olhos, porra!... Ainda se guerreassem por causa das coxas do frango, como as crianças normais.

Não vale a pena fritar uma dúzia de carapau nem assar um quarteirão de sardinhas:
- Tantos olhos, meninas!
- São secos, mãe, não têm aquela gosma boa.

Há-de haver mais gente assim, não serão só elas, pensei. E procurei, procurei, procurei. Há até um clube por cá mas o melhor de tudo é que da Coreia (agora não me lembro de qual) se podem mandar vir frascos cheios de fish eyeballs. Dos presentes de Natal, estamos falados.
O nome e os conteúdos deste blogue estão protegidos por direitos de autor.
© Rita Quintela
IBSN 7-435-23517-5

32 comentários

Comentar post

Pág. 1/4