Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mãe-Galinha

TROPELIAS

Rita, 27.05.04
Parece que andou por aqui um mau olhado. Ou melhor, um mau comportamento.

Anteontem à noite, tive que sair, para mais uma das famosas reuniões de preparação da festa das crianças. A minha mãe ficou com as miúdas. A Carminho já estava a dormir e era só levar as outras duas para a cama. Mas parece que a minha mãe resolveu ir à cozinha fazer não sei o quê e suas excelências decidiram portar-se mal. Saltos em cima da cama, saltos da cama para o chão, saltos do chão para a cama e até um salto de cabeça contra a parede - resultado: um grande galaró na cabeça da Nê. Quando cheguei a casa e a minha mãe me contou, fui com pézinhos de lã tentar perceber a dimensão da coisa e fiquei assustada!

Ontem foi a vez da Maria. Não é que caíu de um escorrega abaixo? Não acho normal... Chegou a casa com um braço todo dorido e a choramingar; por momentos ainda pensei que tivesse o braço partido mas depois vi-a tão entretida a jogar GameBoy que achei que afinal era só fita. Para cúmulo, veio do infantário com umas calças que não eram dela porque ó mãe! eu não gostava nada de sopa de favas e com os nervos dei um murro na mesa e despejei a sopa toda por cima de mim (a sorte dela foi eu também não gostar de favas!).

O nome e os conteúdos deste blogue estão protegidos por direitos de autor.
© Rita Quintela
IBSN 7-435-23517-5