Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mãe-Galinha

Eu também quero meter o bedelho no assunto "aeroporto".

Rita, 13.06.07
É que tenho pensado muito no assunto e, acima de tudo, tenho-me debruçado sobre a falta de tomates na decisão. Eu tenho trinta e cinco anos e, ao que parece, já antes de eu nascer se discutia a importância dum novo aeroporto. Eu, em trinta e cinco anos, já fiz tantas, mas tantas coisas, já tomei tantas decisões, umas certas outras erradas...

Poucas vezes utilizei um aeroporto. Sou uma tipa comodista e pobre e fazer não-sei-quantos quilómeros para me meter num avião em classe turistica, não, obrigada! É que o que se gasta daqui à Portela (ou ao Porto, ou à Ota, ou a Alcochete) em portagens e gasolina, deusmelivre! é o dobro duma lowcost para Londres!

Estive a olhar para o mapa. A mim, o que me dava mesmo jeito, era que a pista fosse ali no campo de futebol do bonsucesso. Mas isso era só a mim. Portanto, saquei do porta -luvas o mapa do ACP e eis-me aqui a estudar o assunto em prol de todos os portugueses.

Se toda a gente pode dar palpites, eu também quero opinar. E, meus senhores, tenho a dizer-vos que andam todos a fazer umas birras parvas e nunca, de certeza, fizeram o que eu fiz - sentar-se ainda de pijama, saídos do quente da cama e do oniríco do sono. Mapa do ACP colado às coxas transpiradas e chavena de café quente na mão. A seguir, pensar. É muito importante pensar e eu pensei.

O aeroporto vai ter que ser ali para os lados de Fátima. Fecha-se a Portela e Oporto e Faro e constroem-se uns condomínios fechados a preços de luxo. Com esse dinheiro aterra-se a Serra de Aire, que ninguém liga às pegadas dos dinossauros nem às grutas. E há até o Campo de S. Jorge que pode servir de terreno de apoio e Monte Real ali tão perto, para alguma peregrinação de massas a que o novo aeroporto não desse vazão.

Senhores, pensem nisto. É que a serra é tão grande que até dava para, ao lado do aeroporto, construir um estádio de futebol com cadeiras às cores. Assim haveria de parecer sempre cheio. Não é o que se diz?
O nome e os conteúdos deste blogue estão protegidos por direitos de autor.
© Rita Quintela
IBSN 7-435-23517-5

9 comentários

Comentar post