Quinta-feira, 14 de Abril de 2016
Pergunta muito importante

Os micróbios ficam doentes? 

(E ainda "Quanto tempo vivem os micrócios? Se um camião passar em cima de um micróbio, ele morre?)

=Ontem respondi - vai ver à net. Odeio-me=



Rita às 10:43
link do post |

Quinta-feira, 24 de Março de 2016
Toda a verdade

investigacaoCriminal.JPG

A criança pequena está de férias e tem passado muito tempo em casa.

Todos os dias descubro tesouros.

 

Inês Quintela - quer ir ao "master chef"

Carmo Quintela - sempre no telemóvel

Maria Quintela - viajar

Rita Quintela - roubar bombons 

João Quintela - ser chato



Rita às 15:44
link do post |

Sábado, 9 de Maio de 2015
sexta-feira

 

 

 

fim do dia  - ainda está sol - jardim - chão de tijoleira - caixa de giz

(não correr para o banho - não fazer tpc)

IMG_4780.JPG

 (mas despe-te aí fora e não me enchas a casa de pó que a tua irmã está cheia de asma)



Rita às 11:53
link do post |

Segunda-feira, 28 de Julho de 2014
Eis como, em poucos segundos, cai por terra uma adivinha tão simples

Recebeu, entre outras coisas, um livro de adivinhas no qual consta a tradicional:

"Estão 3 pássaros numa árvore. Chega um caçador e, com um tiro, mata um. Quantos ficam?"

- Dois!

Verifica nas soluções e lê: "Nenhum. Os outros fugiram com o barulho"

(silêncio)

- Isto está errado mãe. Fica um, o que morreu.



Rita às 17:36
link do post |

Nem de propósito

Cairam-lhe dois dentes este fim de semana - um no sábado, depois da festa, e o outro esta manhã. A fada (ainda) não foi desmascarada.

A festa - um agradecimento público à Maria, à Inês, à Helena, ao Vasco, à Carmo e à Diana, sem os quais esta festa não teria sido a mesma coisa (não sei quantos miúdos entre os 3 e os 7 anos) - organizaram jogos, zelaram para que nenhum fosse parar ao hopital, trataram da banda sonora, ajudaram a arrumar e tiraram fotografias deliciosas. 

Ainda outro agradecimento à Inês, pelo bolo-barco-de-pirata que ficou lindo mesmo sem as boias-filipinos-brancos.  

E a todos os nossos amigos que vieram tornar este dia/noite/madrugada ainda mais especial (e que trouxeram bolos, gelados, vinhos, saladas e afins).



Rita às 12:04
link do post |

Quarta-feira, 23 de Julho de 2014
Alguém que me ajude com estas crianças

Pergunta muitas vezes sobre Jesus e eu respondo como sei e como posso.

(Para o ano irá para a catequese)

Há uns dias quis saber como é que Jesus tinha morrido. Inspirei, expirei e disse - bem, morreu porque estava cansado, e porque queria ir para o céu tomar conta das pessoas do mundo e ficar para sempre nos nossos corações. Agora há um bocadinho de Jesus no coração de cada um de nós. 

Balbuciou muitos "mas" e acrescentou:

- em que lugar do céu?

- numa estrela, como todas as pessoas que vão para o céu

- numa estrela maior?

- sim! Isso?

- No sol?

- Olha, talvez!

- Não se queima?

- (arghhhh)

- Mãe?

- Sim...

- As pessoas que morrem ficam estrelas, não é?

- Sim

- Sabes o que é uma supernova, mãe?

- Hummm, não

- É uma estrela que está a morrer. O que é que acontece às pessoas-estrelas quando as estrelas morrem?

Disfarcei. Abri a porta. Sentei-me no pátio. Fumei um cigarro.

 

À mesa, pouco depois, lançou de novo a pergunta para o ar:

- Para onde é que vão as pessoas quando morrem?

Maria, 15 anos, estudante, irmã mais velha, e que devia saber que há idades para tudo:

- Para debaixo da terra, para onde é que querias que fossem?

 

Horas depois descobri isto. A pergunta na letra dele. A resposta direta, se bem que haja ali uma pequena dúvida, na letra da Carmo. O desenho dele, com o detalhe do coração que vem da cruz.

 

Ainda não lhe caiu nenhum dente. Se as irmãs lhe dizem que a fada não existe ponho-as de castigo durante um mês.



Rita às 16:59
link do post |

Terça-feira, 4 de Junho de 2013
Por mim até podias :)

Passei uns tempos a dormir mal. Mudei alguns móveis no quarto. Resultou (eu acredito no Feng Shui).

Filho rapaz, de quase 5 e que não perde uma oportunidade de tentar voltar a amarrar o cordão umbilical:

- Agora posso passar a viver no teu quarto?



Rita às 10:44
link do post |

Segunda-feira, 29 de Abril de 2013
Recado

Não me importo que durmam na minha cama. Sinto até uma certa ternura no aconchego. Mas xixi?



Rita às 00:54
link do post |

Quinta-feira, 11 de Abril de 2013
é sempre a sorrir!

Numa sapataria grande e iluminada, bem arrumada e organizada. Com música ambiente.

Miúdo sussura:

- Mãe? Aqui é uma biblioteca de sapatos?



Rita às 13:57
link do post |

Quinta-feira, 29 de Novembro de 2012
Uma pergunta que explica bem a nossa vida nos ultimos tempos

- Quando o pai já não tiver o penso no olho e os médicos conseguirem montar os ossos todos, posso dormir um bocadinho na tua cama, mãe?



Rita às 09:30
link do post |

Sexta-feira, 28 de Setembro de 2012
A sério, ninguém merece isto antes das sete da manhã

Como é que a tosse sai da boca? 

Para onde é que vai a tosse quando sai da boca?

Porque é que a tosse não se vê?

 

Porque é que não falas, mãe?



Rita às 14:21
link do post |

Segunda-feira, 23 de Julho de 2012
22 de Julho

Agora que tenho quatro anos já posso saltar em cima da cama?



Rita às 09:07
link do post |


O nome e os conteúdos deste blogue estão protegidos por direitos de autor.
© Rita Quintela
IBSN 7-435-23517-5
.Correio

e-mail